Proteger o Planeta Terra

Postado por Admin a

5 Benefícios Ecológicos das Casas de Madeira

Acasa de madeira é a melhor amiga do ambiente. E A ECOSITANA - CASAS DE MADEIRA PORTUGAL.PT apresenta-lhe cinco razões pelas quais construir o seu lar em madeira é a escolha mais sensata.

1.A madeira é o nosso melhor aliado contra o efeito de estufa. Não somente as árvores libertam Oxigénio durante o crescimento, como que absorbem CO2 (Dióxido de Carbono, um dos principais responsáveis pelo aquecimento global do planeta).
Uma árvore absorbe CO2 durante todo o seu crescimento. Quando chega a maturidade, uma árvore chega a armazenar uma tonelada de CO2 por metro cúbico de madeira. Isto significa que a sua casa de madeira permite lutar activamente contra o efeito de estufa.
Todavia para que o ciclo de libertação de Oxigénio e de armazenagem de CO2 se mantenha, é preciso gerir as florestas de forma sustentável. Isto porque após atingir a maturidade, uma árvore deixa de absorber CO2. Se a árvore não for cortada, irá desabar e decompor-se no solo da floresta, libertando de novo o CO2 na atmosfera. Utilizar a madeira como material construtivo é garantir que o CO2 permaneça armazenado na madeira. É a forma mais saudável de lutar contra o efeito de estufa: através de florestas administradas segundo padrões de gestão ecológicos.

2. É uma matéria-prima renovável que luta contra a deflorestação. Quando oriunda de florestas com certificação de gestão sustentável, a madeira ajuda a preservar a Natureza. A utilização da madeira permite na verdade garantir que as nossas florestas continuem saudáveis, numerosas e extensas.

A existência de florestas voltadas para a gestão sustentável dos recursos naturais é a grande arma para lutar contra a deflorestação. Uma árvore é plantada, cresce, liberta oxigénio, absorbe CO2, e é cortada quando chega a maturidade. Este processo permite à floresta regenerar-se de forma duradoura.

3. A madeira é energeticamente económica. Primeiro, porque a madeira utilizada na construção é um material que precisa de muito pouca energia para ser produzido.A madeira lamelada-colada utilizada no esqueleto das CASAS DE MADEIRA PORTUGAL.PT é portanto uma matéria-prima ecológicatanto na sua origem, oriunda de explorações florestais sustentáveis, como na sua preparação para a construção, em fábricas com certificação de responsabilidade ambiental.
Segundo, a madeira tem o melhor comportamento térmico de todos os materiais de construção existentes. As suas qualidades isoladoras não se desvanecem com o tempo. Significa que uma construção de madeira irá ser uma casa que consome pouca energia. Graças à sua natural inércia térmica, a madeira não sofre as mesmas flutuações de temperatura de uma casa em betão. Resulta disso uma grande economia em gastos energéticos para os habitantes.
Terceiro, a economia de energia começa logo a partir da própria construção. De facto, a edificação de uma casa em madeira chega a consumir dez vezes menos energia que aquela gasta para uma construção em cimento.

4. A madeira é uma energia limpa e reciclável. A quantidade de desperdício gerado por uma construção em madeira é imensamente inferior ao entulho de uma obra convencional. Para além disso, a maioria dos desperdícios originados de uma estrutura em madeira podem ser reciclados. Quer seja em outros materiais derivados da madeira para a fabricação de móveis. Quer seja valorizando o entulho de madeira como fonte de energia.
Queimar os desperdícios de madeira permite remover os combustíveis fósseis da equação. A queima da madeira resulta num balanço neutro de CO2. O Dióxido de Carbono libertado pela sua combustão é exactamente o mesmo que a madeira tinha absorvido durante o seu crescimento. Um ciclo de vida equilibrado para o planeta.
A madeira evita desta maneira a necessidade de eliminar ou enterrar os entulhos. Não há aterros sanitários, não há poluição dos lençóis freáticos.

5. A madeira é extremamente resistente. A longevidade de uma casa de madeira ultrapassa em muito o ciclo de crescimento de uma árvore. A maioria das árvores atinge a maturidade entre os 15 e os 25 anos de idade. Uma casa de madeira irá durar décadas, quiçá mesmo centenas de anos, se for estimada. Enquanto a floresta renasce e sucessivas árvores crescem, uma mesma casa de madeira pode acolher várias gerações de habitantes.
A resistência da madeira exprime-se não apenas em termos mecânicos – a sua capacidade em suportar mais peso que o betão – mas também em termos da perenidade das suas características isolantes. A madeira não perde nenhuma das suas capacidades isolantes com os anos.
Quando construídos de acordo com certos princípios, os edifícios em madeira resistemorgulhosamente à passagem do tempo. O sistema construtivo utilizado pelA ECOSITANA - CASAS DE MADEIRA PORTUGAL.PT, o esqueleto de madeira (técnica do pilar e da viga), é o método preferencial de edificação em madeira de países tão diversos como Alemanha ou Japão. Ambos países possuem numerosas construções em madeira com várias centenas de anos de idade.
No Japão, o mais velho edifício de madeira do mundo, o templo Horuy-Ji, foi edificado em 600 d.C., tendo sobrevivido a vários terramotos e guerras.
O planeta Terra deu-nos a madeira. O melhor material de construção existente. Cabe-nos a tarefa de a utilizar responsavelmente. E de agradecer à Natureza pela generosa oferta.